Total de visualizações de página

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Não sigam os gurus dos desigrejados

O pior inimigo da igreja brasileira hoje é aquele que promove o descrédito da instituição cristã (católica e protestante), criando igrejas de desigrejados que continuam o seu próprio “caminho” sem Igreja, sem a Bíblia, sem o Pastor e sem o Espírito Santo. Os seguidores do guru terapêutico que fala palavrões e acusa os seus oponentes, buscam aconselhamentos que justifiquem o comportamento imoral, a realização da felicidade do prazer sexual, a racionalização do pecado, e, no lugar do arrependimento e da busca de Deus e da santificação se encontra um estado de narcisismo, acusa-se a todos, insulta-se a todos até não sobrar mais ninguém além de nós mesmos, então Deus é nosso, meu prazer toma uma extraordinária importância e a minha saúde psíquica depende de ficar distante insultando os religiosos que nos acusam sem êxito algum à consciência aplacada. 
"E que, dentre vós mesmos, se levantarão homens falando coisa pervertidas para arrastar os discípulos atrás deles." (At 20.30) A Igreja até a volta do Senhor terá por onde ser acusada e perseguida, porque perfeito é Jesus, mas os inimigos da cruz se levantarão vindos de fora (perseguirão, levarão a tribunais, ferirão e matarão os irmãos)  e saindo de dentro dela, falando coisas pervertidas arrastarão os discípulos atras deles (dividirão e enfraquecerão a Igreja Local em diversos lugares). Sair da igreja não vai ajudá-la, pertencer a uma entidade que de si, diz, não ser igreja (e realmente não é, pois Jesus edificou a sua Igreja), não ajudará a Igreja, muito pelo contrário. 
Se alguém labora no erro a melhor forma de ensinar ainda é fazer o que é certo, e, ainda assim, perfeito é o Senhor. Estaremos sujeitos às críticas, mas, uns dos outros em unidade, não nos esquecendo as palavras do apóstolo: "Esforçando-vos diligentemente por preservar a unidade do Espírito no vinculo da paz. há somente um corpo e um Espírito, como também fostes chamados numa só esperança da vossa vocação; há um só Senhor, uma só fé, um só batismo; um só Deus e Pai de todos, o qual é sobre todos, age por meio de todos e está em todos." (Ef 4.3-6).      
A Igreja será preservada por Cristo (o Caminho, a Verdade e a Vida) e é Una sob a mesma confissão do Evangelho; Católica, isto é, universal, por toda a terra e no céu; Santa, pois separada para Deus; Apostólica, isto é, tem governo, doutrina e liturgia (revelada/instituída aos/pelos apóstolos), pois está edificada sob o fundamento dos apóstolos, depois de tanto tempo sofrendo a apostasia medieval é Reformada e estará sempre se reformando. Faça parte desta obra.