Total de visualizações de página

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

IGREJA MISTERIOSA



IGREJA MISTERIOSA

Por Anatote Lopes



Igreja.

Mistério...

Onde pedros pescadores se tornam pedros apóstolos.

Onde anas, marias e martas se tornam profetizas apostólicas.

Onde encarcerados se tornam libertos e meretrizes senhoras.

O pescador não gostava de ir à igreja.

Mamãe dizia: A Igreja dele é o Bar do Tônho!

Muitos se embriagam nos bares dos tônhos e nas igrejas.

Igreja.

Mistério.

Noiva perfeita que se atavia.

Igreja imperfeita.

Se fosse perfeita aos atavios dispensaria.

Se fosse bela nua das vestes brancas não precisaria.

Igreja.

Mistério.

Sublimação de complexos.

Exacerbação de preconceitos.

A Igreja de Cristo se faz maravilhosa, mas, tirando Cristo, nada sobra.

Injustiças medievais vestem as fardas da modernidade.

E o cheiro exala...

Sangue, suor e lagrima, forma a lama que escorre das catedrais.

Papistas se gabam de relíquias e novidades exaltam novos papas.

Bizarrices de profetas medíocres.

Elucubrações de doutores incompreensíveis.

Igreja Una multipartida.

Unidade misteriosa.

Igreja misteriosa.

Igreja dos pobres e dos pretos, dos ricos e dos brancos.

Igreja dos orgulhos.

Do orgulho de ser...

De ser católico e de ser evangélico...

Do orgulho etnocêntrico, do orgulho intelectual e do orgulho gay.

Catolicismos romanos, gregos e anglos, popular e tradicionalista.

Do vernáculo e do latim.

Do alemão, do inglês e do francês...

A Igreja ao gosto do freguês.

Disputam o poder nos campos...

...onde pastam distraídos os intelectuais.

Clérigos simulam crer nas zonas solenes das catedrais.

Fiéis a agonizar, cômicos a sofrer nos quentes infernos das gerais.

Sucumbem à corrupção e na religião se danam...

Acatam o golpe do ladrão e às danações se entregam.

Ardem-se; acomodam-se; Calam-se...

Desuniversalizam-se os católicos.

E se calam.

...cala-se o protesto dos protestantes...

Não há quem seja pela voz fraca.

Não há quem proteste a favor dos oprimidos.

Há remanescentes da fé sincera?

Há quem cumpra o mandamento do amor?

Há um remanescente que seja achado fiel?

O que ainda se espera?

Voz profética!

Apocalíptica esperança!...