Total de visualizações de página

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Pastoral para o 4º Domingo do Advento.


O Milagre de Natal!   
Leia: Mateus 4.18-25.




O natal está tão perto! A nossa esperança se renova, é uma realidade a sua presença, e a sua volta é quase uma realidade que, não dá para perder tempo! Nossos corações estão vivendo entre a realidade e a esperança!
A Luz do Mundo brilha sobre nós!
Cristo está tão perto! Muitos já O encontraram, outros ainda estão à procura... Cada um, a seu modo corre atrás das mais diversas tradições natalinas.
O evangelista (em Mateus 4.24) nos informa que as noticias a respeito dele se espalharam, e as pessoas o seguiam em busca de ajuda, um bocado de pão, peixe, milagres e palavras confortadoras e de esperança.
Mas, essa tranqüilidade no ministério de Jesus não durou muito tempo, pois, quando ele explicou o propósito, a verdade e a finalidade de sua vinda muitos seguidores de Jesus o abandonaram e não o acompanhavam mais (conforme João 6.66), foi o fim da fase romântica, do namoro, mas, o começo da relação da Igreja com o noivo.
Se tirássemos as compras, os presentes, as comidas e bebidas, o pinheirinho, as luzes e os enfeites, e deixássemos apenas a parte principal do Natal? Jesus... Você iria embora ou permaneceria com Ele?
Em Mateus 4.18-25, aqueles quatro discípulos abandonaram suas famílias, seus barcos e suas redes, deixaram tudo para seguir Jesus.
Não significa que temos que fazer isso hoje, abandonar nossos familiares e deixar de comemorar o Natal como tradicionalmente comemoramos, para seguir a Jesus. Mas, basta ter o que mais importa neste Natal, e, receber o verdadeiro Milagre de Natal: crer em Jesus Cristo que cura a doença do pecado!
Muitas pessoas comemoram ou participam de eventos de natal, recebem os benefícios do natal e retornam vazias, sem o verdadeiro presente, sem o Milagre de Natal. Nós que cremos na boa notícia do reino (como lemos em Mateus 4.23), podemos fazer a diferença.
Cristo habita entre nós como nos prometeu, pelo Espírito Santo! Manifestou sua humanidade e esteve encarnado, morreu e em seu corpo revestido de glória ressurgiu vencendo a morte e seu poder!
Que você não se distraia, e (ou) se ocupe tanto e esqueça-se de festejar, anunciar e vivenciar o Milagre de Natal; que você não perca de vista o que mais importa: seja um discípulo do Senhor Jesus, não se escandalize com o sentido do verdadeiro Natal, acolha esta boa notícia no seu coração, Jesus é o único e suficiente salvador, essa é a boa noticia do Natal! O Rei chegou!