Total de visualizações de página

sexta-feira, 27 de abril de 2012

A RESISTÊNCIA AO MUNDO FIRMADA NA BÍBLIA COM ORAÇÃO E TRABALHO


A influência do mundo na vida dos fieis e da Igreja, também chamada de secularização, ameaça pelo desprezo da Bíblia, pelo entretenimento religioso, consequentemente pela rotina e pela falta de objetivos.
A Epístola aos Efésios é endereçada as diversas comunidades consolidadas, mas ameaçadas pela rotina e pela aparente falta de objetivos devido ao contato com o mundo pagão. Diante das ameaças da perseguição, do perigo de sucumbir à rotina da vida mundana e do ritualismo religioso sem propósito, os cristãos de Éfeso são chamados a lutar. O apóstolo exorta aos crentes a resistir, vestindo-se com a armadura de Deus para este combate contra o paganismo. A luta continua nos nossos dias ainda mais acirrada. A Palavra de Deus e a oração são as principais armas necessárias para resistir.
 A Igreja Reformada com o seu foco no Reino de Deus, na justificação por graça e fé (Romanos 1.17), vive momentos de reavaliar a rotina em que vivem e de resistir o ativismo e a tudo que se opõe a reflexão e a obediência ao ensino das Escrituras, a adoração comunitária e a vida de oração e louvor. A igreja precisa se replanejar, e, também individualmente cada irmão e irmã precisa se comprometer, pois, acima de qualquer outro compromisso está o Reino de Deus, e, obviamente o projeto da igreja é compreendido como um empreendimento do Reino de Deus, pois uma igreja que não faça parte do projeto do Reino de Deus deve fechar.
Um projeto significa: objetivos claros. Somos uma comunidade que planeja suas atividades e têm clareza confessional. Estou certo que uma comunidade que procura estratégias, imita ações de outras, pautam-se por estratégias de marketing e técnicas psicológicas não faz a diferença, pois o mundo está cheio disso. Todo esse esforço humano para promover a instituição no mundo pela secularização da igreja pode virar cansaço e desanimo.
Nosso trabalho comprometido e alicerçado na Palavra de Deus, ainda que também seja ameaçado pelo cansaço e pelo desanimo, é acompanhado da fortaleza, coragem, poder e da essência do Evangelho, mas principalmente da segurança para resistência na missão: a oração. Até o nosso Senhor, conduziu-se na sua missão com oração. Os apóstolos foram amparados mediante a oração e encontraram refugio e alimento para as suas almas.
Trabalhemos e oremos, façamos a diferença no mundo. O Senhor se aproxima! Que a misericórdia do nosso Deus nos livre da rotina da nossa casa, dos nossos interesses individuais e do ativismo das nossas agendas que nos impedem servir ao nosso Senhor comprometidos, dedicados e em espírito, orando fervorosamente e servindo diligentemente em nome do Senhor Jesus.  

Rev. Anatote Lopes