Total de visualizações de página

terça-feira, 2 de julho de 2013

RESISTÊNCIA CRISTÃ AOS FALSOS ENSINOS DISSEMINADOS NAS ESCOLAS DO GOVERNO

A Senadora Marta Suplicy apresentou ao Presidente do Senado para que seja votado esta semana o Projeto de Lei para proibir as comemorações do dia das mães e do dia dos pais nas escolas. O presidente do Senado Renan Calheiros (PMDB/AL), integrante da base aliada do Governo do PT, trará novamente a pauta o PL 122/2006 de autoria da Deputada Iara Bernardi (PT/SP).

Mesmo depois de barrado o Kit Gay (contendo uma cartilha de erotização infantil e um vídeo que incluía a novela de um menino gay e cenas de beijo lésbico), e, não tenham legislação que os permitam disseminar a doutrinação do ativismo gay nas escolas, eles já iniciaram a doutrinação das crianças brasileiras para alcançarem aquilo que o Deputado Jean Wyllys (PSOL/SP), ligado ao Movimento LGBT e Luiz Mott do Movimento Gay da Bahia denominam de desconstrução da heteronormalidade e da família tradicional e educação para a diversidade sexual nas escolas a partir da primeira infância.

Chegaram ao interior livros didáticos para ensinar nossas crianças a partir dos 7 anos de idade que, dois homens ou duas mulheres se casarão e se constituirão em família e que, a família tradicional não é o padrão. Este material não vai para as casas das crianças (aqui no Oeste Paulista), pois o inimigo sorrateiramente os quer colocar nas mãos delas em sala de aula, mas professores cristãos estão resistindo e não apresentam o seu conteúdo. Deve o professor dizer aos seus alunos, e, os pais cristãos dizerem aos seus filhos que tal conteúdo é mentira (sigam este exemplo urgente).

Formaremos cristãos ainda mais questionadores da versão oficial do que se ensina nas escolas, das versões da história que são contadas nas escolas, das teorias científicas que são defendidas como fato e não como hipótese e do ensino da incredulidade e da imoralidade que está sendo disseminada. Ensinemos os nossos filhos a fazer uma leitura crítica do mundo à luz da Palavra de Deus (A Bíblia). Todo aparato político e midiático empregado não extinguirá a resistência cristã a agenda diabólica do Governo.

Crianças cristãs devem ser orientadas para distinguir o pecado e o seu avanço no mundo como uma ação do mal para a sua destruição. Ou seja, dois homens ou duas mulheres se comportando como papai e mamãe são pessoas que estão cometendo um pecado gravíssimo e a multiplicação deste tipo de pecado é um sinal de que o Senhor Jesus está punindo o mundo (Romanos 1.26-27) e que Ele voltará para julgar até mesmo a vida privada dos seres humanos (Romanos 2.16).

Os cristãos deverão viver em santidade e ensinar as virtudes da pureza segundo o evangelho contra toda torpeza e promiscuidade. Contra isso ainda não há lei humana, e, mesmo que houvesse lei que extinguisse este direito, como a famigerada lei apelidada de “criminaliza a homofobia” que, tramita há quase 10 anos no Congresso Nacional, a Verdade prevalecerá. Ainda que todos mintam, a Verdade jamais será adulterada para justiçar a perversão da humanidade nos últimos dias. 

Os fiéis, pais e professores cristãos expressarão o verdadeiro amor. Continuarão a pregar a Verdade e a ensinar aos seus filhos, nas escolas (discretamente) e no lar e nas igrejas explicitamente que é pecado deitar um homem com outro homem com se fosse uma mulher ou uma mulher com outra mulher como se fosse um casal. (Romanos 1.27; Levítico 18.22).

Na Igreja, os pastores e os professores, já são provocados pelos pais admirados e preocupados com o nível baixíssimo a que decaiu a moralidade nos últimos dez anos, para que, ensinem a Verdade de Deus contra toda a mentira do diabo que se propaga, pois, acontecerá conforme está escrito: "É preciso obedecer antes a Deus do que aos homens!" (Atos 5.29).

Jamais a família de verdade e a Igreja de Cristo verdadeira, trocará a verdade do ensino bíblico pelo ensino de demônios. O Evangelho sempre será uma chamada ao arrependimento e a nova vida em Cristo, porque ele veio salvar o seu povo dos pecados deles. (Mateus 1.21). Nem mesmo por força de lei. Jamais se apagará a chama da Verdade, jamais se extinguirá a Palavra de Deus. Passará o céu e a terra, mas as minhas palavras não hão de passar. (Lucas 21.33).


Anatote Lopes, IPB, 2013