Total de visualizações de página

sexta-feira, 22 de março de 2013

O REI HUMILDE MONTADO EM UM JUMENTINHO






Paulo alega em I aos Coríntios 2.1-5 que, na primeira vez que esteve em Corinto, apresentou-se a eles sem exibir seu vocabulário e sem mostrar sua sabedoria, mostrou-se antes fraco e no temor do Senhor; não utilizou “linguagem persuasiva” ou argumentação lógica filosófica, para que no poder do Espírito Santo eles recebessem apenas a Jesus Cristo pela pregação simples sobre aquele crucificado, desprezado pelos homens, para que a fé deles não se apoiasse em homens por sua aparência, sabedoria ou riqueza, mas em Deus. Para isso apresentou a eles a demonstração do poder de Deus, assim como fez Moisés no passado (Êxodo 4.1-9), apresentando assim, as credenciais de profeta para que crêssemos na sua autoridade apostólica e recebêssemos por meio dele a Palavra de Deus.
Foi assim que Jesus entrou em Jerusalém montado em uma cria de jumento, poucos dias antes de sua morte (Lucas 19.35), para demonstrar que seu Reino não é deste mundo, para cumprir as Escrituras em total humildade, sua entrada real é associada a Salomão quando foi aclamado rei de Israel. 
Jesus se humilhou a fim de ser exaltado no seu reino celestial, se fez pobre no mundo a fim de nos dar os tesouros do céu, Ele foi desprezado para nos reconciliar com Deus nosso Pai.
Hoje lembramos o inicio de seus sofrimentos e humilhações até a morte de cruz por nós. Que pela graça de Deus, a nossa resposta ao Seu imenso amor, seja de amar a Deus, reconhecê-lo como nosso Senhor e Salvador, tornando-nos humildes, altruístas, amorosos, gratos, em amor a Deus para com todos os seres humanos. (Anatote, 2013).