Total de visualizações de página

quarta-feira, 27 de maio de 2015

EU ESTAVA SONHANDO, MAS AGORA ACORDEI


Eu sonhava com um governo dos trabalhadores; saia às ruas e ocupava todos os espaços públicos com muitos outros jovens e nos empenhávamos em conscientizar as pessoas a votarem em um candidato que, fosse um legítimo representante dos trabalhadores: O Lula, metalúrgico e sindicalista. Nesta ocasião eu fui desafiado a pensar com estes jovens na hipótese levantada por um senhor na rua.

O que vocês vão fazer se ele trair os trabalhadores, e, começar a roubar igual os outros quando chegar ao poder? Quando ele encher o próprio bolso, da família e dos comparsas? E, ficarem todos milionários? Não vocês, mas os que forem governar com ele, a cúpula do partido? Depois começarem a explorar os pobres? Por quê alguém tem que pagar a conta, não é mesmo!?... O que vocês vão fazer?

Eu levei esse questionamento para o núcleo de base do PT. E a resposta unanime a que chegamos era que, a base, e, éramos nós, a militância do partido e dos movimentos sociais, sairia às ruas para a deposição do traidor do povo e da classe trabalhadora. O nome "impeachment" ainda não era nosso conhecido. Hoje, qual é a conclusão?... Isso era uma mentira.

O petismo é uma mentira e uma grande hipocrisia. Dois tipos de militantes ainda existem no PT, os que mamam e são cúmplices da corrupção, e, os ignorantes que são manipulados pelos que mamam. Termos pejorativos expressam o ridículo que fazem os "militontos", "idiotas úteis", "petralhas", são pessoas que não apresentam racionalidade e não conseguiram reagir com independência; são reféns e capangas da grande máfia que o partido se tornou.

A única esperança de mudança e combate à corrupção, pelo menos, de deter a exploração e os aumentos abusivos de impostos, preços dos combustíveis e da energia reincidindo nos preços das compras no supermercado, etc., e, quem sabe, até reverter a recente perda de direitos dos trabalhadores e das viúvas, é um despertar geral do povo brasileiro à favor dos movimentos dos "coxinhas" pelo impeachment de Dilma Rousseff e o banimento definitivo dessa quadrilha da política brasileira.